Epilético ao volente invade praia em Copacabana, atropela pedestres e mata bebê

aaaaaaa

Um motorista foi detido após invadir o calçadão e atropelar pedestres na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, na noite desta quinta-feira (18). Um bebê de 8 meses morreu e a mãe está internada em estado grave.

Há 16 feridos, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Quatro estão em estado grave, sendo duas crianças e um turista australiano. O paciente mais grave, de idade não informada, está com traumatismo craniano.

O motorista foi identificado como Antonio de Almeida Anaquim, de 41 anos. Ele foi levado para a 12ª DP, em Copacabana, e disse que perdeu o controle do carro porque “apagou” após sofrer um ataque epilético.

De acordo com o Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ), Anaquim está com a carteira de habilitação suspensa. Ele acumula 62 pontos por infrações e 14 multas nos últimos 5 anos.

O motorista foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e será submetido a exame para detectar a quantidade de álcool no sangue. Segundo o produtor Leslie Leitão, da TV Globo, havia remédios para epilepsia no carro.

Maria Louise, a bebê que morreu no atropelamento, passeava com a mãe, Niedja da Silva Araújo, e com a avó, que mora no Recife. O pai, o motorista Darlan Rocha, foi à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Copacabana e pediu a prisão do motorista. “Quero Justiça, que ele fique preso. Não é para ter carteira de motorista nem estar dirigindo. Ele é um assassino. Matou minha filha”, afirmou.

‘Vi o carro voando’

Uma testemunha ouvida pela TV Globo diz que viu o veículo “voando” ao entrar no calçadão da praia.

Na hora, ouvi um estouro. Olhei e era o vulto de um carro voando, na altura de uma pessoa, depois deu um baque no chão. Pegou um senhor e foi atropelando os carrinhos da praia. Levou no mínimo umas 15 pessoas, foi varrendo.”

Calçadão estava cheio

O calçadão e a ciclovia estavam cheios no momento do atropelamento, por volta de 20h30. Testemunhas tentaram agredir o motorista após o atropelamento, mas foram impedidas pela polícia.

Uma turista argentina ouvida pela GloboNews afirmou que o carro estava em alta velocidade. “Cadeiras voaram, não percebemos que era o carro até que as pessoas começaram a abrir e aí vimos gente caída no chão. Havia um bebê machucado”, disse ela. “Foi muito rápido, [o carro] veio muito rápido. Foi estranho, porque o trânsito estava lento.”

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informou que o acidente interditou duas faixas da Avenida Atlântica, no sentido Leme.

Anúncios

Trump “entrega” prêmio “Fake News” para vários veículos de imprensa dos EUA

O presidente dos Estados UnidosDonald Trump, anunciou na quarta-feira os “vencedores” do polêmico “prêmio Fake News” de 2017, que ele “entregou” para vários meios de comunicação do país, encabeçados pelo jornal “The New York Times”. Há semanas, Trump tinha anunciado a criação destes prêmios para ofender a imprensa, embora sua entrega fosse um grande mistério.

Na noite de quarta, Trump escreveu no Twitter a mensagem “E os vencedores das notícias falsas são…” acompanhado de um link para o site do Comitê Nacional Republicano (GOP) com um lista de dez premiados com estes controversos “prêmios”.

Um artigo do renomado economista Paul Krugman, no “New York Times” sobre as repercussões econômicas da vitória de Trump chamado “The economic fallout” foi o escolhido pelo presidente para encabeçar esta insólita lista de “prêmios”. Em sua coluna, Krugman afirmou que a economia “nunca” se recuperaria da passagem do magnata pela Casa Branca.

O segundo meio de comunicação “agraciado” por Trump foi a emissora de TV “ABC”, por uma informação da qual depois se retratou, onde assegurava que Michael Flynn, o polêmico ex-assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, iria revelar que o presidente de deu ordens para estabelecer contato com o Kremlin.

Em terceiro lugar no pódio, ficou a informação com a qual a “CNN” afirmou que Trump e seu filho, Donald Trump Jr., tiveram acesso exclusivo aos documentos hackeados à democrata Hillary Clinton e ao Partido Democrata que Wikileaks vazou durante a campanha eleitoral. No total, a “CNN” recebeu quatro dos dez “prêmios”, seguida pelo “New York Times” com dois e o jornal “The Washington Post”, as revistas Time e “Newsweek” e a “ABC” com um cada um.

Acompanhado do tweet com a “entrega dos prêmios”, Trump também escreveu: “Apesar de uma cobertura da mídia corrupta e desonesta, há muitos grandes jornalistas que respeito e muitas boas notícias para que os americanos fiquem orgulhosos”.

Dois senadores republicanos, John McCain e Jeff Flake, criticaram duramente Trump pelo seu plano de anunciar os “prêmios”, e rejeitaram seus rotineiros ataques à imprensa como “sem precedentes e nem sentido”, em palavras de Flake.

“Já não podemos combinar os ataques à verdade com o nosso silencioso consentimento. Já não podemos fazer vista grossa ou nos fazer de surdos a estes ataques contra as nossas instituições”, disse Flake, que comparou Trump com o ex-líder soviético Josef Stalin.

Selfie de amigas no Facebook leva polícia a desvendar assassinato em meio a consumo demaconha

Cheyenne Antoine (à esq.) posa com cinto usado para matar Brittney Gargol (à dir.)

Uma foto publicada no Facebook foi a chave para solucionar um crime no Canadá. (Cheyenne Antoine (à esq.) posa com cinto usado para matar Brittney Gargol (à dir.)

Cheyenne Rose Antoine, de 21 anos, foi condenada na segunda-feira a sete anos de prisão por homicídio culposo (sem intenção de matar) pelo assassinato da amiga Brittney Gargol, de 18 anos, ocorrido em março de 2015.

Ela foi identificada como suspeita após publicar, horas antes do crime, uma selfie com Gargol no Facebook. Na imagem, ela usava o cinto que foi encontrado ao lado do corpo da vítima na cena do crime.

Estrangulada até a morte, a jovem foi achada perto de um aterro em Saskatoon, na província de Saskatchewan, com o cinto de Antoine ao lado.

Segundo a polícia, a versão que a amiga da vítima deu inicialmente – de que as duas tinham ido a vários bares antes de Gargol sair com um homem não identificado, e ela ir ver o tio – não batia.

Os policiais usaram então as postagens do Facebook para ajudar a reconstituir a movimentação das amigas na noite do crime.

E perceberam que a publicação de Antoine na linha do tempo de Gargol na manhã seguinte – “Cadê você? Não deu mais notícias. Espero que tenha chegado bem em casa” – era uma tentativa de despistá-los.

‘Nunca me perdoarei’
Antoine, inicialmente acusada de assassinato em segundo grau, que equivale no Brasil a homicídio doloso (com intenção de matar), se declarou culpada do crime, mas disse que não se lembrava de matar a amiga.

Ela disse que as duas estavam bêbadas e tinham fumado maconha quando começaram uma discussão acalorada.

Em um comunicado, ela se disse arrependida:

“Eu nunca me perdoarei. Nada que eu diga ou faça trará ela de volta. Eu lamento muito, muito… Isso não deveria ter acontecido”, afirmou Antoine em nota emitida por meio de seu advogado.

O advogado de Antoine disse sua cliente foi à polícia um mês antes do assassinato para denunciar maus-tratos cometidos pelos pais adotivos, e que ela teria sofrido abusos similares no abrigo para crianças no qual viveu em Saskatchewan.

A família de Gargol se manifestou no julgamento.

“Não conseguimos deixar de pensar em Brittney, no que aconteceu naquela noite, no que ela deve ter sentido lutando por sua vida”, disse Jennifer Gargol, tia dela, no tribunal.

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2018/01/18/como-selfie-de-amigas-publicada-no-facebook-ajudou-a-policia-a-desvendar-um-assassinato.htm

Mulher leva choque elétrico e morre ao usar celular que estava carregando em Pernambuco

 aaaaaaa

Uma mulher de 30 anos, identificada como Gercica Bárbara da Trindade, morreu vítima de um choque elétrico na noite da quarta-feira (17) em Santa Cruz do Capibaribe, Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, ela havia colocado o celular para carregar e recebeu uma descarga elétrica enquanto usava o aparelho. (Gercica Bárbara morreu após sofrer um choque elétrico, segundo a PM (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Ainda segundo a PM, os paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram até o local, mas a mulher já estava morta. O caso ocorreu no bairro São José.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru. O caso foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil do município.

Ao G1, o delegado Julio Porto informou que a mulher também sofria de problemas de saúde, e que um exame tanatocópico será realizado para confirmar a causa da morte.

 

 

Governo britânico cria secretaria para cuidar da solidão de 9 milhões de pessoas

A primeira-ministra britânica, Theresa May, nomeou nesta quarta-feira (17) uma “secretária da Solidão”, encarregada de buscar soluções para o problema. (Governo britânico anuncia criação de secretaria para cuidar da solidão

A secretária apontada, Tracey Crouch, disse estar orgulhosa de ter sido escolhida para enfrentar o que chamou de “desafio geracional” que, estima-se, afeta cerca de 9 milhões de pessoas no país, nas mais diversas faixas etárias.

A premiê Theresa May disse que a secretária irá trabalhar em conjunto com o Comitê da Solidão – um órgão que já existia antes da nomeação de Crouch -, além de organizações não governamentais e empresas, com o objetivo de estabelecer uma estratégia para combater o problema.

Um relatório divulgado no ano passado indicou que o impacto negativo da solidão sobre a saúde pode ser semelhante ao de fumar 15 cigarros por dia.

Idosos

Apesar de ser registrada em todas as idades, a solidão no Reino Unido afeta acima de tudo pessoas com mais de 75 anos.

Estima-se que metade das pessoas nessa faixa etária vivam sozinhas no país – muitas dizem passar dias e mesmo semanas sem nenhuma interação social.

A recém-nomeada secretária, de 42 anos, disse à BBC que um fundo milionário será usado para criar uma estrutura contra a solidão dos britânicos no futuro.

Tracey Crouch reconheceu que fechamento de bibliotecas e centros de lazer por parte das autoridades locais representa um desafio nesse sentido.

Por outro lado, a secretária disse não achar que exista uma única solução para o problema.

Entre as iniciativas, o governo anunciou que o Escritório Nacional de Estatísticas vai elaborar um método para mensurar a solidão.

https://g1.globo.com/mundo/noticia/reino-unido-nomeia-secretaria-para-combater-a-solidao.ghtml

Cobra de 1 metro é capturada em cortina de janela em residência

Cobra de 1 metro foi capturada pelos bombeiros depois de aparecer em cortina de janela em residência em Sinop (Foto: Corpo de Bombeiros de Sinop (MT))

Uma cobra, de aproximadamente 1 metro de comprimento, foi capturada nessa terça-feira (16) depois de aparecer na cortina de uma janela de uma casa, em Sinop, a 503 km de Cuiabá. Moradores se assustaram ao encontrarem o animal e chamaram o Corpo de Bombeiros. Os militares fizeram a captura e soltaram a cobra em uma área de mata. (Cobra de 1 metro foi capturada pelos bombeiros depois de aparecer em cortina de janela em residência em Sinop (Foto: Corpo de Bombeiros de Sinop (MT))

De acordo com os bombeiros, o animal foi encontrado durante o período da tarde em uma casa na Rua das Violetas, no Centro de Sinop. A princípio, conforme os militares, não foi possível identificar a espécie da cobra, mas apresenta características de não ser venenosa.

A suposição se dá, segundo os bombeiros, pelo fato do animal ser de cor marrom e apresentar sinais de cobra não venenosa.

A cobra estava sobre a cortina de uma janela da residência. Depois da captura, como o animal apresentava aspecto saudável, foi solto em uma reserva florestal ainda em Sinop.

O Corpo de Bombeiros orienta que não se deve mexer no animal a menos que tenha conhecimento para isso. A orientação é que se isole o local, mantenha contato visual observando a movimentação da cobra.

O morador deve ligar para o telefone de emergência 193 para que uma equipe faça a captura e soltura em local apropriado.

Primeiro asteroide do ano se aproximará da Terra na madrugada desta quinta-feira

Asteroides passarão muito próximos da Terra

Um astrônomo russo revela que fenômenos espaciais surpreenderão os habitantes da Terra. Em particular, ele fala sobre dois asteroides que passarão próximos do nosso planeta. (Asteroides passarão muito próximos da Terra)

“No fim de janeiro, duas aproximações de asteroides nos aguardam. Os asteroides 1993 VD e 2003 CA4 passarão a uma distância muito grande da Terra, por isso os especialistas não os consideram como ameaça”, comunicou ao canal Zvezda o cientista russo Pavel Skripnichenko, que trabalha no Departamento de Astronomia, Geodésia e Vigilância do Meio-Ambiente da Universidade Federal dos Urais.

Em 18 de janeiro um dos maiores asteroides do cinturão, Vesta, voará em direção à Terra e estará a uma curta distância do nosso planeta. Segundo estimam os astrônomos, é possível que o asteroide seja visível a olho nu. Passará perto da Terra por volta das 4h GMT (1h no horário de Brasília).

O cientista destacou que será possível distingui-lo porque não piscará, ao contrário das estrelas, e também mudará sua posição rapidamente. O caso é realmente interessante sendo que os asteroides raramente são vistos a olho nu.

Quanto ao segundo e maior asteroide — o 144.332 — voará próximo da Terra em setembro de 2018. Seu diâmetro estimado atingirá 1,3 quilômetros, enquanto a distância entre o corpo celeste e a superfície da Terra contará com oito milhões de quilômetros.

Entre outros fenômenos espaciais incomuns esperados em 2018, encontram-se um eclipse total da Lua que ocorrerá em 31 de janeiro, indicou Skripnichenko.

De acordo com ele, a Lua terá uma cor vermelho-púrpura e será possível observá-la na América do Norte, Europa e na parte central da Rússia.

O segundo eclipse lunar acontecerá em julho de 2018 e será visível em grande parte da Europa, Ásia, parte sul da América do Norte, Austrália, Antártida e América do Sul.

http://www.jb.com.br/ciencia-e-tecnologia/noticias/2018/01/17/primeiro-asteroide-do-ano-se-aproximara-da-terra-na-madrugada-desta-quinta-feira/