Mulher que foi para Copacabana por segurança quase morre baleada ao fugir de assaltantes quando comprava chocolates

Uma mulher foi atingida por um tiro em Copacabana, na Zona Sul do Rio, durante um assalto a uma unidade das Lojas Americanas, na noite desta quinta-feira. O crime aconteceu na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, próximo à Rua Rodolfo Dantas, onde, segundo testemunhas, quatro bandidos entraram no estabelecimento. De acordo com a família da vítima, um dos integrantes do bando disparou contra Cátia Hamed Garcia, de 36 anos, no momento em que ela, ao perceber o assalto, deixou o estabelecimento. (Vítima foi levada ao Hospital Miguel Couto após ser ferida – Guilherme Leporace / Agência O Globo)

De acordo com a família da vítima, Cátia havia descido de seu apartamento e ido à loja para comprar um chocolate. No estabelecimento comercial, ela teria se assustado e tentado fugir da ação dos bandidos, que dispararam contra ela. Ferida na região torácica, ela foi levada pela Polícia Militar para o Hospital municipal Miguel Couto, na Gávea.

Bombeiros foram acionados, por volta das 22h, para realizar o resgate da mulher. Segundo a corporação, porém, ao chegaram ao local, a vítima já havia sido levada para o hospital. No hospital, ela passou por cirurgia e não corre risco de morrer, informaram parentes, já na madrugada desta sexta-feira.

— A informação que tive próximo à sala de cirurgia é que ela estava bem. Foram umas duas horas (que durou o procedimento). A bala atingiu a bexiga e o útero — disse o irmão da vítima, Fernando Hamed, que estava na unidade acompanhado de outros familiares. — Ela não tinha levado bolsa nem nada para a loja. Ela ficou nervosa, tentou correr e, então, efetuaram o disparo em cima dela.

Inicialmente, a Polícia Civil havia informado que a vítima havia sido vítima de uma bala perdida, ao ser atingida no momento em que passava pela Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Durante esta madrugada, no entanto, a informação, confirmada também pela família, é de que a mulher tinha ido ao estabelecimento. O caso foi registrado na 12ª DP (Copacabana).

Catia, que é cantora e guia de turismo, havia se mudado há alguns meses para Copacabana — ela morava em Campo Grande. (Vítima foi atingida em Copacabana após ir a loja em Copacabana – Foto Reprodução)

— Ela veio morar na Zona Sul com a minha mãe, justamente para ter um pouco mais de segurança, por acreditar que em Copacabana há mais policiamento e seria mais seguro. Mas, infelizmente, para os marginais não tem mais local nem lugar. A cidade do Rio está dessa forma — afirmou o irmão da vítima.

http://oglobo.globo.com/rio/mulher-baleada-durante-assalto-loja-em-copacabana-20373434

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s